DASOL
ABRAVA

Casas da CDHU de São José dos Campos ganham aquecedores solares

Moradores do residencial Santa Luzia, na região sudeste de São José dos Campos, estão experimentando uma novidade nos conjuntos habitacionais populares da cidade: chuveiros aquecidos por energia solar.

Trata-se de um projeto da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) que foi implantado em São José em parceria com a prefeitura. A intenção é reduzir em até 40% o consumo de energia elétrica.

Ao todo, 132 apartamentos de 52 metros quadrados receberam placas para a captação da luz do sol. Os imóveis foram erguidos em blocos de quatro apartamentos cada, que começaram a receber moradores em julho.

A dona de casa Mônica Fátima Mota, 30 anos, e seus dois filhos pequenos aprovaram a novidade. A moradora do conjunto acredita que a economia na conta de energia elétrica beneficiará o orçamento da família. “A água sai bem quente e a gente ainda economiza na conta. Gostei muito da ideia”, afirmou.

Segundo Massuo Kimura, diretor de Obras da Secretaria de Habitação de São José, as células para captação da luz solar serão utilizadas em outros loteamentos populares, em pelo menos mais 650 imóveis que serão construídos na cidade.

“O equipamento é ainda um pouco caro, mas a instalação em casas populares pode baratear o custo. Essa é a meta”, disse Kimura.

Colocados no telhado dos blocos, as placas transformam a luz solar em energia e aquecem a água que passa pelas placas. Um recipiente pode guardar 200 litros de água aquecida, o que dá para até seis banhos diários.

Notícias

  • Para zerar déficit habitacional serão necessários R$ 760 bi em dez anos

    As 2 milhões de casas que o programa federal de habitação popular Minha Casa, Minha Vida entregou foram um dos principais fatores que colaboraram para a redução de 8% no déficit habitacional do país entre 2009, ano em que a primeira edição do programa foi lançada, e 2012.
    | Leia mais |
  • Candidatos garantem manutenção do “Minha Casa”

    A relevância do programa Minha Casa, Minha Vida para a economia nacional, para o setor da construção e para as famílias beneficiadas parece ser um ponto de concordância entre o atual governo, que colhe os louros dos resultados positivos; empresários, que se preocupam com os investimentos caso o programa seja interrompido, e a oposição, que garante mantê-lo e aprimorá-lo se eleita.
    | Leia mais |
  • Estado não cumpre lei que garante política de incentivo ao aproveitamento de energia solar na Paraíba

    A proposta também viabilizaria o uso de energia solar integra uma lei, aprovada em 2009, que sugere a instalação de sistemas de aquecimento de água por energia solar nos estabelecimentos comerciais, presídios, escolas, hospitais, entre outras estruturas localizadas na cidade que utilizam água aquecida.
    | Leia mais |
  • Imóveis sustentáveis podem ter IPTU até 10% mais barato

    Bahia - A partir de 2015, os imóveis construídos em Salvador com equipamentos ambientalmente sustentáveis, como aproveitadores da água da chuva e geradores de energia solar, poderão habilitar os seus proprietários a pagar o IPTU com um desconto de até 10%.
    | Leia mais |
Revista Sol Brasil – Setembro/Outubro de 2014

Conheça a Revista Sol Brasil


Torne-se um Associado
Av. Rio Branco, 1.492 - Campos Elíseos - São Paulo - SP - CEP 01206-001 | Telefone 11-3361-7266 | Fax 11-3361-7160