DASOL
ABRAVA

Casas da CDHU de São José dos Campos ganham aquecedores solares

Moradores do residencial Santa Luzia, na região sudeste de São José dos Campos, estão experimentando uma novidade nos conjuntos habitacionais populares da cidade: chuveiros aquecidos por energia solar.

Trata-se de um projeto da CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano) que foi implantado em São José em parceria com a prefeitura. A intenção é reduzir em até 40% o consumo de energia elétrica.

Ao todo, 132 apartamentos de 52 metros quadrados receberam placas para a captação da luz do sol. Os imóveis foram erguidos em blocos de quatro apartamentos cada, que começaram a receber moradores em julho.

A dona de casa Mônica Fátima Mota, 30 anos, e seus dois filhos pequenos aprovaram a novidade. A moradora do conjunto acredita que a economia na conta de energia elétrica beneficiará o orçamento da família. “A água sai bem quente e a gente ainda economiza na conta. Gostei muito da ideia”, afirmou.

Segundo Massuo Kimura, diretor de Obras da Secretaria de Habitação de São José, as células para captação da luz solar serão utilizadas em outros loteamentos populares, em pelo menos mais 650 imóveis que serão construídos na cidade.

“O equipamento é ainda um pouco caro, mas a instalação em casas populares pode baratear o custo. Essa é a meta”, disse Kimura.

Colocados no telhado dos blocos, as placas transformam a luz solar em energia e aquecem a água que passa pelas placas. Um recipiente pode guardar 200 litros de água aquecida, o que dá para até seis banhos diários.

Notícias

  • Mais de Mil Megawatt por Ano São Economizados com Projetos de Eficiência Energética

    Mais de mil megawatt-hora foram economizados no período de 2008 a 2014, em projetos de eficiência energética, na região de Catanduva. De acordo com o Grupo, Para 2015, os investimentos da Energisa devem superar R$3 milhões em projetos de troca de chuveiros por aquecimento solar, troca de geladeiras e lâmpadas e ações educacionais com unidade móvel, dentre outros. O total de energia economizado, daria para atender cerca de 2 milhões de habitantes.
    | Leia mais |
  • Crise hídrica não foi vencida, diz ministro Eduardo Braga

    O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, disse que reserva de água nos reservatórios das hidrelétricas no fim deste ano e início de 2015 pode ser "igual ou pior" ao que foi registrado do fim de 2014 e início deste ano -período em que o setor elétrico teve de enfrentar uma de suas piores crises.
    | Leia mais |
  • Confira as sete dúvidas e respostas mais frequentes sobre energia solar

    Primeiro é importante escolher o sistema pretendido, de acordo com a sua necessidade e, claro, o valor que planeja investir. Para isso, é importante conhecer as vantagens e desvantagens da energia solar e, sobretudo, saber que há duas opções disponíveis: o sistema de energia solar térmica, que possui um valor mais acessível, e o sistema de energia solar fotovoltaica. O primeiro consiste no aquecimento da água, sendo ideal para quem deseja ter água quente nas torneiras e no chuveiro.
    | Leia mais |
  • Canoinhas constrói um dos maiores conjuntos habitacionais

    Recursos são do programa 'Minha Casa, Minha Vida'. Novo residencial no bairro Piedade vai ter 400 casas. As casas do Residencial Nossa Senhora Aparecida têm 43 metros quadrados. Sala, cozinha, dois quartos e um banheiro compõem as casas construídas sobre uma estrutura metálica. Os chuveiros serão aquecidos por energia solar. Cada casa tem um aquecedor no telhado.
    | Leia mais |
Revista Sol Brasil – Fevereiro/Março de 2015

Conheça a Revista Sol Brasil


Torne-se um Associado
Av. Rio Branco, 1.492 - Campos Elíseos - São Paulo - SP - CEP 01206-001 | Telefone 11-3361-7266 | Fax 11-3361-7160