Apresentação DASOL

 

O DASOL – Departamento Nacional de Aquecimento Solar da ABRAVA representa oficialmente, em todo o Brasil, o setor de aquecimento solar com o objetivo de promover, divulgar, desenvolver a adoção da energia solar térmica. Desde 1992, apóia a formação de uma rede de atuação formada por empresas (fabricantes, revendas, instaladoras, consultorias e projetistas), instituições, universidades, órgãos do governo, ONGs e cidadãos em busca do desenvolvimento sustentável do Brasil através da aplicação e utilização responsável de energia solar térmica. Nossos programas e atividades têm abrangência em todo o Brasil, alguns deles desenvolvidos junto à Eletrobras/Procel e ao Inmetro, e estão acessíveis a todos que de alguma forma utilizam a energia solar térmica de forma eficiente e como solução para geração de energia.

Visão

Ser reconhecido como um dos principais protagonistas para a conscientização e consolidação do uso de aquecimento solar no Brasil, preservando os recursos naturais e o meio ambiente,e ser referência no setor de aquecimento solar, com ampla rede de associados e de parcerias.

Missão

  • Representar os interesses do setor de aquecimento solar brasileiro.
  • Criar melhores práticas no setor.
  • Incentivar a pesquisa e desenvolvimento.
  • Apoiar a formação de políticas públicas e incentivos financeiros.
  • Remover barreiras para o crescimento da tecnologia no Brasil.
  • Atentar às mudanças do mercado para dar suporte aos nossos associados defendendo seus interesses.

Notícias

  • É viável crescer e combater mudança do clima, diz estudo

    Os próximos 15 anos serão cruciais para o crescimento econômico e a mudança do clima - a novidade é que estas duas vertentes podem se beneficiar uma da outra. Estudiosos do assunto dizem que as decisões que forem tomadas hoje nos investimentos em cidades, no uso da terra e em energia irão determinar as chances de o aquecimento global ficar em 2°C até o fim do século.
    | Leia mais |
  • Nível de usinas põe em risco a oferta de energia no verão

    A demanda por energia no horário de pico durante o início do verão, em dezembro, deve se transformar em um novo quebra-cabeça para o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Com a queda acentuada no nível de água dos reservatórios nos últimos meses, pelo menos oito hidrelétricas de médio ou grande portes estão tecnicamente impossibilitadas de produzir o máximo de sua capacidade. O volume de água em algumas usinas está atualmente até 15 metros abaixo do nível necessário para que suas turbinas funcionem a plena potência, segundo levantamento obtido pelo Valor.
    | Leia mais |
  • ISRAEL ENERGY WEEK

    Os melhores eventos. Os avanços mais recentes. As empresas de energia alternativa líderes de todo o mundo. Um país pequeno. Pacote de sete dias.
    | Leia mais |
  • Governo quer elevar subsídio no “Minha Casa, Minha Vida”

    O governo estuda uma regra específica, que deverá mesclar subsídios mais elevados e limite de preço de imóvel, para ser aplicada na faixa de renda intermediária que deverá ser implementada na terceira etapa do programa Minha Casa, Minha Vida, caso a presidente Dilma Rousseff seja reeleita. Em entrevista ao Valor PRO, serviço de informações em tempo real do Valor, o ministro das Cidades, Gilberto Occhi, destacou também que negocia com o Tesouro Nacional o aumento do subsídio, atualmente de R$ 25 mil, para outras faixas de renda. Ele negou que esteja ocorrendo atrasos nos pagamentos das construtoras que trabalham com o programa.
    | Leia mais |
Revista Sol Brasil – Jun de 2014

Conheça a Revista Sol Brasil


Torne-se um Associado